50 empresas INOVADORAS 2021

O BCG ( Boston Consulting Group) acabou de publicar a lista com as 50 empresas inovadoras de 2021.

Houve pouca mudança nas classificações dos dez maiores inovadores.

Apple e Alphabet mantém as duas primeiras posições. Porém, 33 empresas de 2020 permaneceram no ranking.


A lista de 2021 tem 12 empresas que voltaram ao top 50 após uma ausência de pelo menos um ano, e 5 empresas que são novas para o ranking.


As 50 primeiras tendem a ter maior diversidade étnica e de gênero em sua liderança – conforme mostrado por empresas como Microsoft, Alibaba, Cisco Systems, Philips e Novartis, que venceram seus pares em diversidade étnica e de gênero. Essa dinâmica sugere que, embora a diversidade de gênero e a diversidade cultural possam ajudar a promover a inovação, ser mais inovador não faz com que as empresas atraiam uma diversidade ainda maior.


5 principais fatores que distinguem as INOVADORAS


1 -Ambição clara.

As inovadores TÊM objetivos claros e consistência. Definem metas ambiciosas que se alinham com a estratégia corporativa e estabelecem metas de criação de valor. Atraem talentos para gerar melhores formas de servir os clientes e a sociedade. A liderança da empresa quantifica, recorre apropriadamente e conduz a agenda de inovação.


2 -Domínios de inovação.

Decidir onde jogar é essencial. As inovadoras definem oportunidades claras de benefício para o cliente. Fundamentam a estratégia de inovação com uma visão profunda do cliente e se ajustam com agilidade às oportunidades de mudança. Se concentram em um número limitado de domínios de inovação nos quais podem alavancar recursos obtendo acesso diferenciado ao cliente, que os concorrentes não podem igualar.


3 -Gestão de desempenho.

A criação de KPIs mensuráveis propiciam um desempenho objetivo sobre os verdadeiros impulsionadores do sucesso. Além disso, os KPIs estão vinculados a incentivos. As métricas e os incentivos recompensam tanto o previsível e incremental assim como a inovação transformacional. Assim como reconhecem os líderes que não apenas impulsionam novas ideias promissoras, mas que reconhecem e descartam as falhas no início do processo.


4 -Gestão de Projetos.

A inovação eficaz requer equipes multidisciplinares e capacitadas que tragam o mercado externo e as percepções do cliente e as mudanças do mercado para dar suporte à formulação de NOVAS propostas de valor. Essas equipes têm uma visão clara da vantagem estratégica da empresa e colocam essa vantagem em uso no desenvolvimento de novos produtos e serviços. Para serem eficazes, estas equipes devem ser pequenas, mas funcionalmente diversificadas e capazes de agir com autonomia e tomar suas próprias decisões.


5 -Talento e cultura.

Os líderes fomentam uma cultura organizacional que concede prestígio à inovação e valoriza o questionamento ao status quo. Eles alocam seus melhores talentos aos desafios mais ambiciosos de inovação.


Entre em contato com o e-mail: atendimento@businessleaders.com.br para conhecer e experimentar o programa da academia de Inovação com parceria com a Imaginar.


Por Solange Mata Machado é diretora-executiva da Imaginar Solutions. Doutora e mestre em inovação e competitividade pela FGV com pós-doutorado (pós-doctor) em neurociência aplicada à tecnologia pela UFMG. Engenheira elétrica com BS pela Universidade Columbia (EUA) e especialização em empreendedorismo e inovação pela Universidade Hitotsubashi (Japão), pela Universidade Renmi da China, pelo Technion – Instituto de Tecnologia de Israel, pela Universidade Yale (EUA), pela Babson College (EUA) e pela Creative Education Foundation (EUA). E contribui com o portal digital Business Leaders e palestrante do CIO Leaders@digital.