top of page

Ademicon alcança recorde de vendas nos dois primeiros meses de 2023

Companhia gerou mais de R$ 2,1 bilhões em vendas, 57% a mais que no mesmo período de 2022.

A Ademicon, maior administradora independente de consórcio do Brasil em créditos ativos, alcançou novo recorde de vendas. Nos meses de janeiro e fevereiro desse ano, a empresa comercializou mais de R$ 2,1 bilhões em créditos, 57% a mais que no mesmo período de 2022. Durante todo o ano passado, a companhia vendeu mais de R$ 12 bilhões em créditos, um crescimento de 46,4% em relação a 2021. Para 2023, a meta da companhia é de R$ 15 bilhões.

Segundo dados da Associação Brasileira das Administradoras de Consórcios (ABAC), em janeiro deste ano, os negócios decorrentes das comercializações de consócios no Brasil também registraram expressiva alta, ao alcançar R$ 22,08 bilhões, 19,9% superior aos R$ 18,42 bilhões, do mesmo período do ano anterior. Já as vendas de novas cotas atingiram 345,09 mil, ao avançar 13,0% sobre as 305,39 mil de adesões do mesmo mês de 2022, com destaque para o setor de imóveis que cresceu 32,9%.

“Diante de um cenário instável de acesso ao crédito no país e no mundo, acreditamos que o consórcio tem um grande potencial de crescimento e, como especialistas nesta modalidade, buscamos oferecer ao brasileiro, com um atendimento personalizado e consultivo, um produto seguro e que não cobra juros, e que pode ajudá-lo na realização de suas conquistas”, explica Tatiana Schuchovsky Reichmann, CEO da Ademicon.


Recentemente, a Ademicon anunciou a entrada do fundo 23S Capital (parceria estratégica entre o Grupo Votorantim e Temasek, investidor global com sede em Singapura) em sua estrutura acionária, fortalecendo a agenda de governança e expansão da companhia. Além da 23S, a administradora independente de consórcio, também tem em sua estrutura acionária o fundo private equity da Treecorp Investimentos.

Comentarios


bottom of page