top of page

BASF lança desafio em inovação aberta para estudantes da FIAP

Atividade do Programa Universidades, do onono, premiará os melhores projetos, inclusive com estágio para novos talentos


Desenvolver uma ferramenta baseada em Inteligência Artificial (IA) para resolver uma das grandes questões da operação logística da indústria: a gestão do frete. Este foi o desafio proposto pela BASF para os alunos do primeiro ano do curso de Inteligência Artificial da FIAP, Centro Universitário que atua na formação de profissionais especializados em Tecnologia da Informação e gestão empresarial. Os três melhores projetos serão premiados com R$ 10 mil, distribuídos entre os vencedores, e os novos talentos serão convidados para o programa Summer Job da BASF, programa de estágio de férias. Ao todo, cerca de 45 alunos participarão da dinâmica durante o ano letivo, para vivenciar a experiência na prática e propor soluções disruptivas para um problema real.


“A gestão dos fretes nas operações de distribuição numa empresa do porte da BASF é bastante complexa e diversa, envolve vários tipos de modal, localidades, sazonalidades, muitas vezes com rígidas exigências de segurança, explica Ricardo Franky Lopez, gerente de Transportes da BASF para a América do Sul. “Precisamos de uma tecnologia que interprete de forma ágil os dados dos nossos relatórios e nos ajude a perceber possíveis lacunas e oportunidades, sem deixar de lado a transparência, que é primordial na nossa atividade”, explica. A ferramenta precisará avaliar rotas, sazonalidades, equipamentos, segurança, modelos de negociação, e até mesmo o impacto de elementos externos, como acidentes, greves, entre outras variáveis.


“Este ano, a BASF e o Centro Universitário FIAP uniram-se em uma grande parceria através do nosso programa Innovation Challenge. Os alunos do curso de Tecnologia em IA foram desafiados a resolver problemas e buscar insights nas áreas de frete, logística e supply chain por meio de machine learning, deep learning e outras técnicas”, esclarece o professor John Paul Hempel Lima, coordenador acadêmico do curso. “Esta parceria é muito importante não só para estreitar cada vez mais a relação da academia com a indústria, mas para contribuir para a formação dos nossos alunos com problemas reais, ao mesmo tempo que auxiliamos a empresa com soluções inovadoras em seu negócio”, avalia o coordenador.


A turma foi dividida em grupos que participarão de quatro etapas: lançamento do desafio, desenho das tecnologias e a apresentação do protótipo funcional, prevista para o final do mês de agosto. A última etapa, em outubro, será a banca examinadora, quando serão escolhidos os três grupos vencedores. Em todas as etapas, além da orientação dos professores, os estudantes contarão também com a mentoria de profissionais da BASF. A parceria com a FIAP nasceu no Programa Universidades, que é desenvolvido há dois anos pelo onono, e já envolveu mais de 250 estudantes, rendeu 12 projetos, sendo que cinco deles foram implementados pela companhia. O onono é o Centro de Experiências Científicas e Digitais da BASF, espaço colaborativo criado para conectar e expandir o ecosistema e inovação da empresa.

Commentaires


bottom of page