top of page

DHL Supply Chain aprimora cadeia logística da adidas Brasil com Centro de Distribuição omnichannel e semiautomatizado

Com investimento de R$ 70 milhões, instalações foram construídas do zero em Extrema (MG), agregando novas tecnologias e práticas sustentáveis e será o principal hub logístico da adidas no Brasil, atendendo as áreas de e-commerce, varejo e lojas próprias.


A DHL Supply Chain, líder global em armazenagem e distribuição, e a adidas, líder na indústria de artigos esportivos, inauguram em Extrema (Sul de Minas), neste mês, um dos mais modernos Centros de Distribuição (CD) do Brasil. Com um investimento de mais de R$ 70 milhões, as instalações foram construídas do zero especialmente para este projeto e agregam tecnologias inovadoras e práticas sustentáveis. O novo CD, com cerca de 40 mil m², será o principal hub logístico da adidas no Brasil, atendendo as três áreas (e-commerce, varejo e lojas próprias) de forma sinérgica em um desenho logístico mais ágil, eficiente e tecnológico.

 

O armazém abriga 50 mil SKUs e 5 milhões de itens, um dos maiores estoques esportivos do País (roupas, tênis e acessórios). As instalações já iniciam com o certificado sustentável LEED, por suas boas práticas de economia de energia e reaproveitamento de resíduos. Nos próximos meses, será instalado no telhado uma usina solar que deve gerar 35% do consumo energético desta operação. Este projeto gerou 400 postos de trabalho diretos em Extrema, sendo que parte da equipe é originária de outras operações da adidas.

 

Para Gabriela Guimarães, Vice-presidente de Varejo e E-commerce da DHL Supply Chain, “Este novo CD traz uma nova visão para o desenho logístico da adidas no Brasil. Ele capta as condições mais favoráveis na região e traz um novo fluxo operacional com muita inteligência logística e tecnologia embarcada. Com isso, vamos proporcionar maior agilidade as entregas, confiabilidade e eficiência. Esta será uma das operações mais modernas do Brasil, uma vez que vamos automatizar quase por completo três processos: movimentação da carga no armazém, sorteamento no e-commerce e embalagem”.

 

Andre Biancardini, Diretor Sênior de Supply Chain Management na adidas Brasil, compartilha que: “O novo centro de distribuição nos garante uma plataforma sólida para o crescimento esperado para a empresa nos próximos anos. A mudança para Extrema nos torna mais próximos dos nossos principais clientes na região, e garante mais tecnologia e automação, com grande foco em sustentabilidade”.

 

Inovação

O novo hub logístico da adidas já começa operar com quatro tecnologias avançadas. A primeira é o próprio sistema de gestão de estoque (WMS), cuja versão é a mais avançada do mercado e traz vantagens como execução em nuvem, a dispensa de paradas para atualização e grande especialização e acuracidade para estoques omnichannel.

 

O armazém dispõe de esteiras automáticas para agilizar a movimentação interna de carga. Soma-se a isso um equipamento automatizado de sorteamento (separação do produto para envio) e um robô que “lê” qual o item da vez e realiza a embalagem, que será utilizado na área de e-commerce. Para reduzir resíduos não-degradáveis, essas embalagens serão feitas quase exclusivamente com papeis.

 

“A automação por si só não traz os resultados almejados. Para se chegar lá, é necessário ter um planejamento logístico sólido, processos bem-desenhados, equipe treinada e experiente de forma que os equipamentos efetivamente possam conferir maior escala e agilidade nas atividades. Este CD já nasce com uma operação sólida, mas esperamos evoluir ainda mais com nossas práticas de desenvolvimento contínuo”, explica Gabriela.

 

As entregas desta operação contam ainda com Torre de Controle da DHL que, além de supervisionar, gera dados e insights relevantes para o aprimoramento do negócio. “A partir das informações, nossa ideia é revisar constantemente o ecossistema logístico da adidas, melhorando nossos níveis de serviço e elaborando novos projetos”, conclui a Vice-presidente da DHL Supply Chain.

Kommentare


bottom of page