top of page

O Impacto das Deep Techs nas Smart Cities

Visto que as Deep Techs desempenham um papel fundamental nas Smart Cities, oferecendo uma série de benefícios e impulsionando a transformação urbana.


À medida que as cidades crescem e enfrentam desafios complexos no século 21, a tecnologia desempenha um papel cada vez mais importante na busca por soluções eficazes. Nesse contexto, as Deep Techs, tecnologias profundas e altamente avançadas, têm um papel crucial a desempenhar na transformação de cidades em Smart Cities. Essas tecnologias inovadoras oferecem soluções poderosas para uma série de desafios urbanos, impulsionando a eficiência, a sustentabilidade e a qualidade de vida nas áreas urbanas.

Para Tânia Gomes, empreendedora e diretora de Inovação do Ibrawork, hub especializado em inovação, as Deep Techs têm o potencial de transformar significativamente as Smart Cities, impulsionando a eficiência, a sustentabilidade e a qualidade de vida. “A aplicação de tecnologias profundas é fundamental. Investir em pesquisa e desenvolvimento de Deep Techs e integrá-las nas estratégias de desenvolvimento urbano é essencial para criar cidades mais inteligentes e preparadas para os desafios do futuro”

As deep techs possuem perspectivas de crescimento e propõe soluções para desafios complexos e impulsionam transformações. Segundo a pesquisa realizada pela Beta-i Brasil, atualmente, 62,5% dos departamentos de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (P&D+I) trabalham de forma distinta e isso faz com que o desenvolvimento de produtos ou modelos de negócios não respondam às necessidades do futuro, tornando, assim, fundamental a existência das deep techs.

Visto que as Deep Techs desempenham um papel fundamental nas Smart Cities, oferecendo uma série de benefícios e impulsionando a transformação urbana, Tania seleciona quatro áreas que podem sofrer o impacto. São elas:

Mobilidade inteligente: a IA (Inteligência Artificial) e o aprendizado de máquina são usados para criar soluções de transporte público eficiente, sistemas de compartilhamento de veículos, controle de tráfego e estacionamento inteligente.

Gestão de resíduos: a aplicação de sensores IoT (Internet das Coisas) e IA na gestão de resíduos permite uma coleta mais eficaz e a redução do desperdício.

Saúde e bem-estar: as Deep Techs, como a telemedicina e dispositivos médicos avançados, podem melhorar a qualidade dos serviços de saúde nas cidades e melhorar o acesso à assistência médica.

Segurança pública: a análise de dados e a visão computacional ajudam a melhorar a segurança pública, permitindo o monitoramento de multidões, prevenção de crimes e resposta mais rápida a emergências.

コメント


bottom of page