top of page

Tecnologia pode reduzir em até 90% perdas de estoque de alimentos

Segundo o último levantamento da Abrappe, produtos sem condição de vendas por vencimento, perecibilidade e desperdício de alimentos, além de erros operacionais na gestão de estoques, representam as principais perdas no setor. Apostar em sistemas tecnológicos que auxiliam em uma logística estratégica, controle de estoque e identifica erros operacionais, pode ser a saída para diminuir, de maneira considerável, os prejuízos com a perda de mercadorias.

O sucesso das empresas de atacado, varejo ou distribuição é consequência direta de uma gestão de estoque assertiva. No entanto, para o setor supermercadista, esse ainda é um grande desafio! Segundo a Abrappe (Associação Brasileira de Prevenção de Perdas), os supermercados são líderes em prejuízo de estoque, registrando a marca de 2,15% de perdas sobre vendas líquidas; parece um percentual baixo, mas equivale a R$ 24 bilhões no ano. “Para que os prejuízos caiam, no mesmo ritmo em que o setor cresce, é preciso que os estabelecimentos identifiquem onde estão as falhas e invistam em sistemas que ajudam, de maneira tecnologia, a solucionar o problema. É preciso ter em mente que, ao gerir um comércio, de pequeno ou grande porte, onde há a movimentação constante de pessoas e mercadorias, é preciso mais que olhos e mão de obra humana para evitar falhas”, comenta Anderson Benetti, Head de Produto de Logística da Senior Sistemas, empresa especializada em soluções tecnológicas, que possui um sistema voltado ao setor, capaz de reduzir em até 90% erros operacionais na gestão de estoque.


Ainda de acordo com a Abrappe, do índice de perca de 2,15%, 1,43% refere-se a quebras operacionais, como produtos que ficam na loja por apresentarem prazo de validade vencido; o restante está ligado a causas como furtos externos e internos. “Grande parte do prejuízo pode ser evitado! É preciso que donos de supermercado e grandes redes tenham em mente que conquistar um estoque eficiente é primordial para os negócios; e isso só é possível com fazendo uma gestão automatizada”, comenta. “Quando uma empresa implementa uma solução tecnológica, o proprietário deixa de se preocupar com erros operacionais e passa a focar em outras demandas importantes”, complementa Anderson.


Com um sistema automatizado, é possível acessar as informações armazenadas e analisar com assertividade os dados disponibilizados, garantindo que a quantidade de produtos não fique em excesso, nem em falta. Anderson destaca essa necessidade da gestão automatizada, de maneira rotineira, mas também para um melhor controle em datas sazonais, quando cidades turísticas atraem muitas pessoas. “Nestes casos, é comum nos depararmos com dois cenários: o supermercado que enfrenta a escassez de produtos porque não está preparado para lidar com o grande volume de pessoas; e o estabelecimento que registra sobras no estoque por ter comprado mercadorias em excesso”.


Sistema WMS atua na redução de prejuízos de estoque

Anderson indica o WMS como uma das soluções mais efetivas para o gerenciamento de estoque dos supermercadistas. A solução da Senior Sistemas permite diversas movimentações, como otimização do espaço de armazenagem, controle de prazo de validade, gestão de clientes e fornecedores e verificação de estoque em tempo real. “Na armazenagem, por exemplo, o sistema é capaz de localizar os melhores locais para cada tipo de produto. Se algum item não puder ser exposto a luz, será direcionado para uma área mais escura, assegurando sua validade”.


Outro ponto que o sistema atua é justamente em cima de um dos maiores “calos” do setor supermercadista: validade dos produtos. “Com a utilização de códigos de barras ou QRCodes que apresentam os dados de cada lote, o próprio sistema identifica o manejo necessário para cada produto. Dessa forma não precisa de funcionários para fazer essas verificações de forma manual, o que poupa tempo da empresa como um todo, e garante uma validação 100% segura”, ressalta Anderson.


A solução de gestão de armazenagem da Senior Sistema atende negócios de todos os portes, sejam atacadistas ou distribuidores. E ao automatizar todas as operações de armazenagem, os supermercados apresentam maior produtividade na gestão de outras áreas da companhia, como vendas, compras e frotas. "Quando uma empresa implementa uma solução tecnológica, ela deixa de se preocupar com erros operacionais e passa a focar em outras demandas importantes. Com uma gestão de armazenagem automatizada, a empresa redireciona seu olhar para outras áreas que necessitam, o que influencia diretamente no faturamento mensal”, finaliza.

Comments


bottom of page